Clima e etc: São Pedro começa a resolver problemas em São Paulo

Captura de Tela 2014-11-26 às 12.26.25

Compreenda:

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/11/chuva-forte-atinge-represas-e-quatro-sistemas-sobem-em-sp.html

http://noticiasimpossiveis.wordpress.com/2014/11/19/erraram-o-santo-problema-nao-e-sao-paulo-e-sao-pedro-afirmam-especialistas/

Primeiro smartphone customizável do Google tem tecnologia israelense

Captura de Tela 2014-11-24 às 11.32.17

O “Projeto Ara”, baseado em uma tecnologia israelense, ainda está em fase inicial, mas já provocou alarde em todo o mundo com seu conceito. Em 2008, uma startup israelense chamada Modu desenvolveu os primeiros smartphones modulares. A empresa não conseguiu decolar devido ao design deselegante do aparelho e à limitada disponibilidade de módulos, o que resultou em seu fechamento logo após o lançamento. Depois deste fracasso, o Google comprou suas patentes de propriedade intelectual e agora está usando essa exclusiva tecnologia israelense para criar sua própria versão de smartphone com hardware customizável. O “Ara”, cujo nome se deve ao guru de tecnologia Ara Knaian, tem vários componentes chamados módulos que se encaixam, permitindo aos usuários customizar seus telefones de acordo com suas necessidades pessoais.

Os usuários podem comprar módulos incluindo sensores (por exemplo, monitores de açúcar no sangue), armazenagem adicional, mais capacidade de bateria, melhores alto-falantes e câmeras que são encaixados no telefone com ímãs eletropermanentes. Até módulos como oxímetro de pulso, que testam os níveis de oxigênio no sangue, e queimadores de incenso estão entre as opções. “As possibilidades são infinitas”, afirma o responsável pelo “Projeto Ara”, Paul Eremenko. “Por exemplo: você pode comprar um jumbo frame e usar apenas metade da tela, o resto poderia ser usado como teclado. Se estiver em uma viagem longa, você pode retirar vários outros módulos e substituí-los por módulos de bateria, então, você não ficará sem energia”. O smartphone deve ser lançado no próximo ano.

FONTE: ALEFNEWS